* PRIORIDADE

08/10/2010 11:39

O Senhor freqüentemente deixava as multidões ansiosas, não primordialmente para descansar, planejar, ou organizar-se, mas, para orar. Às vezes isso significava uma noite inteira sem dormir.

Cristo conhecia Suas prioridades. Aquele que tinha todo poder, nos céus e na terra, sabia que aquelas ocasiões de oração eram tão essenciais como Seu ministério público. Por isso freqüentemente Ele se retirava para orar. E Ele é nosso exemplo.

Quando alguém a quem amamos fica doente, encontramos tempo para orar. Quando enfrentamos o desapontamento, perda e fracasso, encontramos tempo para orar. Quando ficamos numa desesperada situação financeira, encontramos tempo para orar. Entretanto, como é que vamos encontrar tempo para orar na rotina cotidiana? Somente mediante a firme convicção de que a oração é indispensável, se quisermos agradar a Deus, gozar Suas bênçãos e fazer avançar Seu reino. Precisamos de uma persuasão definitiva que não são os nossos esforços, nem nossos talentos, mas unicamente a oração que libera o poder de Deus em nossos vidas, e nas vidas dos outros.

A fim de dar prioridade à oração, é preciso colocá-la antes até mesmo do culto, da comunhão, e das reuniões. Deus está procurando pessoas que, nos ciclones de dias e noites cada vez mais curtos, proclamem através de suas ações: “Tu, Senhor, és a pessoa mais importante de minha vida. Não me atrevo negligenciar-Te, e não Te negligenciarei, a despeito da urgência das outras coisas.” Esta é a fé que honra a Deus, e Ele honra aqueles que O honram.

Visite o Site:
http://salmo37.wordpress.com/

Warren e Ruth Myres, em “O SEGREDO DA ORAÇÃO”
http://salmo37.wordpress.com/